Varejo em 2022: fique por dentro das tendências

A pandemia transformou o comércio e também a forma como consumidores pagam por suas compras. Fique por dentro do que deve se destacar este ano.

Como já sabemos, a pandemia acelerou a transformação digital e trouxe para o presente, mudanças que eram esperadas para a próxima década. A forma de fazer varejo a partir de 2022 e o comportamento dos consumidores também mudou e foi impactado por essa onda de inovação acelerada pela pandemia.

Os consumidores que ainda tinham certa resistência por compras online tiveram que dar o braço a torcer e se render aos e-commerces. E quem já era adepto das compras através de marketplaces e sites, viu as possibilidades de compra se expandindo em largas escalas. Supermercados, por exemplo, começaram a oferecer o serviço de compra online e entrega em casa para evitar aglomerações em suas lojas físicas. Um verdadeiro “boom” nos serviços digitais e a consolidação das compras online.

Após dois anos de grandes mudanças no mercado, muitas empresas precisaram se adaptar, aprender e arriscar novos projetos. Assim, surgiram novas necessidades: levar o que praticavam no varejo tradicional para o varejo online. O consumidor do offline é imediatista, sai de sua casa para comprar algo e utilizar no mesmo dia. Por outro lado, o consumidor online não sabe que deve esperar alguns dias para receber o produto. Nesse sentido, o varejo em 2022 deverá se adaptar no cenário digital para agilizar as etapas de compra e venda e satisfazer as necessidades do público-alvo.

Separamos algumas tendências que devem nortear o futuro do varejo físico e virtual. Acompanhe:

1. Lojas que tiram as pessoas de casa

Com o boom do e-commerce após o isolamento social, adquirir um produto ou serviço de sua loja favorita ficou a – literalmente – 1 clique de distância. Logo, as lojas físicas que desejam sobreviver ao pós pandemia devem lembrar de oferecer muito mais do que produtos e variedade: é a experiência que vai tirar a pessoa de casa e preferir comprar presencial do que online.

Hoje, os consumidores buscam encontrar nas lojas espaços de experiência, convivência, interatividade e criação de memórias, rompendo as tradicionais relações de compra e venda que antes conhecíamos.

2. Omnichannel é um caminho sem volta

Vender por diversos canais (loja física, site e aplicativo), chamado de omnichannel (ou multicanalidade) é uma realidade que chegou para ficar, mas é preciso ir além. Já existem estudos e pesquisas comprovando que hoje as pessoas preferem contar com marcas que permitem comprar on-line e fazer devolução na loja, por exemplo. Ou seja, os clientes querem uma experiência de compras ágil e sem barreiras. Isso é possível com a integração entre os ambientes digital e físico.

Leia também “Omnichannel: a importância dos múltiplos canais na era do varejo digital”

3. Menos interrupção, mais “do it yourself”

No varejo do futuro, os pontos de atrito entre lojas e consumidores parecem estar com os dias contados. Com a utilização de bots, apps, telas e tecnologias como Scan-and-Show, as empresas agora apostam na diminuição de pontos de contato entre vendedores e clientes, promovendo autonomia aos shoppers durante processos de atendimento, dúvidas e até mesmo de pagamento.

Conceitos como o cashless (menos dinheiro) e cardless (menos cartões) já vem sendo utilizados por marketplaces como Uber e Apple Pay, por exemplo. O modelo consiste em vincular os dados de pagamento ao gadget do consumidor, não sendo necessário apresentar o valor em espécie ou o cartão físico. Essa já é uma realidade também crescente em supermercados do Brasil, bastando ter o celular em mãos para debitar o valor de suas compras na saída.

4. Logística 4.0 e a aceleração das entregas

O consumidor está cada vez mais exigente quanto a agilidade das entregas. Um prazo de entrega longo pode fazer com que o consumidor acabe desistindo da compra.

Para melhorar a experiência de consumo, é importante investir em tecnologias para garantir uma gestão de estoque eficiente. Com o apoio de sistemas de gestão logística é possível colocar em prática operações como o same day delivery, por exemplo,onde a entrega é feita no mesmo dia em que a compra é realizada.

Na logística 4.0 os processos são cada vez mais automatizados, garantindo maior eficiência operacional, mais conectividade e visão dos processos de uma forma integrada e transparente. Com as soluções de logística da Senior, por exemplo, é possível acompanhar todo o processo da operação logística: da entrada da matéria-prima à expedição da mercadoria.

Logística no Varejo em 2022

Tecnologia para logística

Conte com o apoio da Sancon para otimizar toda sua operação logística. Não importa o tamanho da sua empresa, nós temos a tecnologia certa para transformar o seu negócio. Clique aqui e conheça nossas soluções.

Acesso e segurança
Descubra a importância da gestão de não conformidades e como transformar desafios em oportunidades de melhoria contínua.
Gestão de Pessoas
Entenda como funcionam as férias trabalhistas e aprenda a organizar o calendário de férias da sua empresa de acordo com a CLT.
Logística
Descubra como evitar erros comuns na gestão de frotas com nosso guia completo. Aprenda sobre manutenção, controle de combustível, e como um TMS pode otimizar sua operação.
Gestão de Pessoas
Explora a questão da desigualdade salarial no Brasil, a importância da Lei de Igualdade Salarial e seus impactos.

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!