Métodos de controle de estoque: conheça os principais

Saiba mais sobre as opções para controle de estoque e como a tecnologia influencia nessa área

A definição dos métodos de controle de estoque é fundamental no setor de distribuição e logística, já que ela determina aspectos operacionais e financeiros da empresa.

O tipo de negócio influencia muito na escolha de qual é a melhor opção entre os métodos de controle de estoque. A escolha de uma estratégia acertada de acordo com o ramo garante benefícios como: otimização do espaço físico e de custos, redução de desperdícios e prejuízos, organização de compras e eficiência na gestão de produção.

Mas antes de começar, é importante saber o que é controle de estoque e a importância desse processo para os negócios.

O que é controle de estoque?

O controle de estoque é fundamental para a sobrevivência de uma micro ou pequena empresa, e conhecer sobre a reserva de produtos do seu negócio é fundamental. Assim, uma boa gestão de estoque permite identificar o momento certo de buscar novos produtos com seus fornecedores.

O controle de estoque de uma empresa deve ser planejado de forma estratégica e integrada com outros setores para que os recursos da sua empresa sejam otimizados. E fazendo esse processo de forma correta, é possível reduzir a quantidade de gastos por produtos em excesso no estoque.

A seguir, separamos os principais métodos de controle de estoque e explicamos como cada um deles funciona. Boa leitura!

Por que é importante fazer o controle de estoque?

O primeiro fator que devemos levar em consideração é: em qualquer tipo de negócio, o planejamento é parte fundamental para o sucesso da sua empresa. E com o estoque não é diferente! O setor de estoque geralmente é responsável pela manutenção, disponibilização e organização, tanto dos ativos industriais necessários à produção empresarial quanto dos produtos acabados referentes à movimentação de mercadorias para os clientes finais.

Levando isso em consideração, realizar uma organização de estoque eficiente é crucial para as operações efetuadas pela empresa, à medida que otimiza os recursos empresariais, amplia os controles, reduz gastos desnecessários e o tempo de certos procedimentos que não agregam valor. Consequentemente, a organização de estoque no dia a dia contribui para promover a lucratividade através do melhor aproveitamento dos ativos e recursos da empresa.

1. PEPS

Este é o método PEPS e é um dos mais praticados métodos de gestão de estoque. O PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai) se refere à saída das mercadorias de acordo com a ordem cronológica. Essa opção ajuda na redução de desperdícios principalmente em segmentos que lidam com produtos perecíveis.

2. Just in Time

Entre os métodos de controle de estoque que não podem ser usados diretamente com a Receita, também se destaca o Just in Time, ou em português ‘No Tempo Certo’. Esse modelo é recomendado para manutenção de um estoque mínimo, sendo indicado para empresas que querem reduzir custos de armazenagem. Para maior acerto nas operações, o Just in Time pode ser combinado com um sistema de gestão empresarial (ERP) para previsibilidade e controle do estoque.

3. Curva ABC

Entre os métodos usados na gestão de estoque, a Curva ABC é um dos que mais se destaca. Um dos benefícios da Curva ABC é que ela aumenta o conhecimento sobre o giro de estoque e relevância dos produtos, podendo otimizar a operação. A curva ABC é um método de classificação de informações, onde se separam os itens de maior importância ou impacto, os quais são normalmente em menor número.

4. Giro de estoque

O controle por giro de estoque é calculado para identificar o desempenho da empresa de distribuição em determinado período, identificando o fluxo das mercadorias.

Para calculá-lo é preciso avaliar a capacidade de armazenagem e saída dos produtos. Por exemplo, se a empresa armazena 5 mil celulares simultaneamente e vende 100 mil ao ano, o cálculo é: 20 giros anuais a cada 18 dias, em média.

Tenha o ERP como ferramenta estratégica

Ter um sistema de gestão empresarial que otimiza processos, aplica inteligência ao negócio e oferece informações estratégicas é essencial para que tudo isso que você leu até agora seja materializado, ou seja, o ERP é o parceiro do comprador na busca pela eficiência operacional.

Entenda tudo sobre sistemas de gestão empresarial e saiba porque automatizar processos é essencial para sua empresa.

A reposição de estoques e operacionalização das compras podem se tornar atividades muito trabalhosas se você não tiver a ferramenta certa. Solicite uma demonstração.

Gestão Empresarial
Entenda as mudanças propostas na reforma tributária no Brasil e os benefícios que elas podem trazer para as empresas.
Gestão Empresarial
Descubra como tornar a gestão de compras mais eficiente e inteligente. Aprenda técnicas e estratégias para melhorar seus processos de compra.
Gestão de Pessoas
Desvende mitos e verdades sobre benefícios flexíveis. Saiba como implementar independentemente do tamanho da sua empresa.
X platform
Automatize e gerencie sistemas com a X Platform. Impulsione a eficiência e inovação empresarial com nossa plataforma intuitiva

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!