Cresce a necessidade de Compliance. Entenda e prepare sua empresa

O aumento das fiscalizações pelo Governo Federal impacta diretamente todos os profissionais e empresas que atuam com compliance. Confira!

O compliance é um assunto cada vez mais em pauta nas empresas, ganhando até mesmo departamentos e especialistas para atuar com o assunto. Isso porque o compliance é importante para que empresas e empregados possam seguir normas e leis – internas, de instituições e do país –  para cumprir de forma ética os processos que acontecem em uma organização. Um cuidado que evita e combate fraudes e ações de lavagem de dinheiro no país e em todo o mundo.

Por muitos anos esse assunto ficou atrelado apenas à área jurídica de uma companhia, no entanto nos dias de hoje é importante que essas regras estejam disponíveis para todas as pessoas que lidam com a administração e a estratégia do negócio.

De acordo com o IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – atualmente 80% das companhias brasileiras de capital fechado tem alguém para tratar das questões de conformidade. Seja um profissional dedicado exclusivamente a compliance, seja pelo menos um profissional que acumule esta função a outras.

Em dezembro de 2020 o Governo brasileiro voltou a reforçar o plano anticorrupção, com objetivo de prevenir e detectar ações ilícitas. Com isso espera-se um maior aperfeiçoamento das fiscalizações, o que impacta diretamente todos os profissionais e empresas que atuam com compliance. 

Por que investir em compliance?

Quando falamos em compliance estamos pensando também na padronização de processos, algo que contribui com a rotina diária de uma empresa em áreas diversas.

Com essa organização fica muito mais ágil e simples atuar dentro das questões fiscais, interpretações de leis e regulamentação de atividades, e também identificar eventuais inconformidades com rapidez.
Investir em compliance é trabalhar a boa reputação da empresa, conduzindo uma rotina transparente que gera credibilidade no mercado e também entre seu público interno – os colaboradores.

No ambiente interno trabalhar com transparência significa gerar confiança entre os profissionais envolvidos. Um ponto que influencia de forma significativa no clima dos profissionais com empresas e, consequentemente, na produtividade dos times. Além disso, o compliance promove ainda o controle dos processos e o alinhamento entre os setores. Assim gera naturalmente melhoria e eficiência dos negócios e melhor preparo para gestão de crises.

O compliance pode ser aplicado em atividades fiscais, questões trabalhistas, atividades relacionadas ao financeiro, compliance ambiental, questões jurídicas, compliance digital, saúde e segurança do trabalho, além do compliance ético e social de uma companhia.

Como trabalhar com compliance?

O primeiro passo é saber sobre toda a legislação que a empresa deve se adequar e desenvolver um plano ou manual de boa conduta, que deverá ser seguido pela organização em diferentes frentes do negócio.  A partir deste conhecimento é preciso que haja uma fiscalização contínua dessas boas práticas. Isso pode ser feito por meio de acompanhamento das mudanças de cenário, o que significa alterações de leis e manuais fiscais do governo. Além disso, acompanhar as alterações dentro do próprio contexto do negócio, como por exemplo: crescimento da organização, novas operações, aquisições, expansão, etc.

Isso significa que é preciso treinar e capacitar as equipes, adotar modelos de controle de qualidade, e aplicar auditorias de maneira periódica. Além disso, não esquecer de gerenciar também as áreas terceirizadas, estruturar regras por meio da simplificação e disponibilizar meios e ferramentas.

Para trabalhar com compliance é preciso conhecer bem a sua empresa e envolver todas as pessoas que pertencem a organização. Dessa forma é preciso estimular a cultura organizacional ética e trabalhar no monitoramento contínuo das relações e dos processos da companhia.

Tecnologia e compliance

Frente a estes primeiros passos, a tecnologia pode ser sim uma aliada das empresas que se preocupam com compliance. Existem muitos softwares no mercado para auxiliar na gestão das empresas, entre eles o ERP é o mais tradicional e usado pelas companhias.

sistema de gestão, o ERP, tem como principal objetivo organizar todo o volume de informação gerada pela empresa. Em uma estrutura robusta, o sistema de gestão é capaz de auxiliar todos os departamentos com funcionalidades que otimizam diferentes frentes de rotinas diárias. Como por exemplo a melhora da imagem empresarial, relacionamento com os colaboradores, consolidação da empresa em mercados externos, etc.

Todo esse trabalho do ERP e de outras soluções podem trazer atualmente a plataforma que reúne boa parte dos métodos de compliance necessários para atender todas as demandas necessárias pela legislação fiscal brasileira, nos âmbitos federal, estaduais e municipais.

A Sancon traz entre suas soluções o ERP da Senior Sistemas. Ele atua com a plataforma de compliance, facilitando a gestão de todo o negócio dentro das conformidades exigidas pela legislação. Conheça mais sobre essa facilidade conversando com um dos nossos especialistas.

Acesso e segurança
Descubra a importância da gestão de não conformidades e como transformar desafios em oportunidades de melhoria contínua.
Gestão de Pessoas
Entenda como funcionam as férias trabalhistas e aprenda a organizar o calendário de férias da sua empresa de acordo com a CLT.
Logística
Descubra como evitar erros comuns na gestão de frotas com nosso guia completo. Aprenda sobre manutenção, controle de combustível, e como um TMS pode otimizar sua operação.
Gestão de Pessoas
Explora a questão da desigualdade salarial no Brasil, a importância da Lei de Igualdade Salarial e seus impactos.

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!