Acidente de trabalho: quanto custo para sua empresa?

Um acidente de trabalho custa muito mais que prejuízos financeiros. Neste post, te contamos tudo sobre!

O modelo ideal dos negócios hoje é aquele que coloca as pessoas no centro. É comprovado que empresas que se importam com os seus colaboradores, sua saúde e bem-estar dentro e fora do ambiente de trabalho têm melhores resultados e que isso também influencia diretamente na produtividade e bom desempenho da empresa.

Quando falamos de bem-estar dentro do ambiente de trabalho, isso também envolve garantir a segurança e assegurar a integridade física dos colaboradores enquanto estiverem em horário de trabalho, seja dentro da empresa ou não. É aí que entram as preocupações com os acidentes de trabalho.

Sabemos que existem formas de tentar evitar ao máximo acidentes, mas que imprevistos acontecem e acidentes também. Por isso, é preciso que as empresas estejam preparadas para esse tipo de prejuízo, tanto de acidentes de trabalho quanto de doenças ocupacionais.

Quanto custa um acidente de trabalho para a empresa?

Antes de qualquer coisa, é indispensável que as organizações estejam cientes dos custos que podem precisar arcar no caso de um acidente de trabalho. Mesmo que cada caso seja isolado e específico, existem algumas características que ajudam na hora de calcular o prejuízo que uma situação dessas pode causar. Citamos abaixo:

Custos diretos

Estão relacionados às despesas hospitalares. Tratamentos médicos, odontológicos, internações, remédios e até cirurgia, se necessário. Em caso de sequelas pós acidente, a empresa também deve arcar com um auxílio acidente. Além disso, é obrigada por lei a pagar os primeiros quinze dias ao funcionário acidentado normalmente.

Custos indiretos

Os custos indiretos são as despesas consequentes ao acidente. Nessa categoria, entram reparo de máquinas ou ferramentas, despesas com perícia, atrasos no cronograma, paralisação de setor, repercussão negativa, etc.

Custos jurídicos

Por fim, os custos jurídicos. Estes não ocorrem em todos os casos, mas a empresa deve estar preparada para enfrentá-los. O colaborador acidentado tem direitos, e pode reivindicá-los através da lei.

Leia também: O que você precisa saber sobre os envios de SST

Como evitar e minimizar acidentes?

É muito difícil, quase impossível na verdade, prever um caso como um acidente de trabalho. No entanto, existem diversas medidas que podem diminuir ao máximo as chances de que isso ocorra, ou ao menos reduzir as consequências.

Investir em segurança do trabalho é crucial. Por isso, o treinamento da equipe e os equipamentos de segurança devem ser prioridade. A boa comunicação entre empregado e empregador também é uma ótima iniciativa que faz toda a diferença. Assim, as informações ficam claras, inclusive em momentos de urgência.

Em média, quanto custa um acidente de trabalho?

Embora seja difícil apontar o real valor que uma empresa precisa desembolsar com um acidente, dados revelam que esse custo pode chegar a R$ 406.257,00, variando de acordo com o tempo de trabalho ou por tempo de parada.

Em seis anos, o Brasil perdeu aproximadamente 367 milhões de dias de trabalho por afastamentos e acidentes. Seja pela ausência do trabalhador, ou pela parada da área por conta do acidente. Já o gasto da Previdência com Benefícios Acidentários no período foi de R$82 bilhões.

Invista na prevenção

Acidentes são evitáveis e a única forma de reduzirmos as estatísticas, salvar vidas e recursos que podem ser aplicados em inovação e estratégia dentro dos negócios é investindo em prevenção. Isso vai desde uma cultura de segurança forte com treinamentos, palestras, trabalhos de conscientização e ações, quanto a adoção de medidas de segurança nas áreas.

É essencial identificar todos os riscos que os colaboradores podem estar expostos: do chão de fábrica ao administrativo, incentive procedimentos de trabalho e regras de conduta que envolvam a segurança.

Por fim, cabe ao empregador fornecer ferramentas de segurança, como bloqueios de máquinas, sinalização de aviso, identificação de equipamentos e itens de proteção individual e coletiva.

Transforme sua Gestão de Pessoas com um RH Digital

Recomendada por 8 a cada 10 profissionais de RH, a solução para Gestão de Pessoas da Senior Sistemas atende de ponta a ponta todas as necessidades do setor de Recursos Humanos. Desde as rotinas de departamento pessoal à gestão de talentos, o software centraliza toda a operação, dando mais agilidade, desburocratizando processos, tudo em compliance com a legislação. Quer saber mais? Entre em contato com a gente

Gestão Empresarial
Entenda as mudanças propostas na reforma tributária no Brasil e os benefícios que elas podem trazer para as empresas.
Gestão Empresarial
Descubra como tornar a gestão de compras mais eficiente e inteligente. Aprenda técnicas e estratégias para melhorar seus processos de compra.
Gestão de Pessoas
Desvende mitos e verdades sobre benefícios flexíveis. Saiba como implementar independentemente do tamanho da sua empresa.
X platform
Automatize e gerencie sistemas com a X Platform. Impulsione a eficiência e inovação empresarial com nossa plataforma intuitiva

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!