Como organizar o calendário de férias?

Entenda como funcionam as férias trabalhistas e aprenda a organizar o calendário de férias da sua empresa de acordo com a CLT.

Organizar o calendário de férias dentro de uma empresa pode parecer uma tarefa desafiadora, especialmente quando se trata de equilibrar as necessidades dos colaboradores com as demandas do negócio. No entanto, uma gestão eficaz das férias não só contribui para o bem-estar dos colaboradores, mas também para a produtividade e a harmonia dentro da equipe.

Neste artigo, vamos explorar passo a passo como organizar o calendário de férias da sua empresa de forma eficiente, enquanto destacamos a importância de uma solução de gestão de pessoas para facilitar esse processo.

Primeiramente, antes de mergulharmos nas estratégias de organização do calendário de férias, é importante compreender como as férias trabalhistas funcionam. No Brasil, as férias são um direito garantido aos trabalhadores pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Todo funcionário tem direito a 30 dias corridos de férias após cada período de 12 meses de trabalho, conhecido como período aquisitivo.

Leia também: Leis e Práticas para Gerenciar Equipes com Eficiência e Segurança

Existem diferentes tipos de férias previstas pela legislação trabalhista brasileira:

Férias regulares

São as férias tradicionais às quais todo trabalhador tem direito após completar, primeiramente, 12 meses de trabalho. Geralmente, essas férias consistem em 30 dias corridos, seguidos pela remuneração normal mais, adicionalmente, um terço do salário.

Férias coletivas

São férias concedidas a todos os colaboradores de uma empresa ao mesmo tempo, durante períodos pré-determinados. Essas férias são geralmente planejadas para momentos de baixa atividade, como o final de ano, e permitem que a empresa feche temporariamente suas operações.

Férias proporcionais

São férias concedidas proporcionalmente ao tempo de trabalho do colaborador dentro do período aquisitivo. Por exemplo, se um funcionário trabalhou apenas seis meses, terá direito a 15 dias de férias proporcionais.

Férias individuais e férias em dobro

São modalidades de férias que podem ser concedidas em situações específicas, como para colaboradores menores de 18 anos ou maiores de 50 anos, que têm direito a férias em dobro, ou para funcionárias gestantes, que têm direito a férias individuais adicionais antes do período de licença maternidade.

Esses diferentes tipos de férias permitem uma flexibilidade maior na gestão do tempo de descanso dos colaboradores, atendendo às necessidades individuais e organizacionais de forma adequada.

A legislação trabalhista estabelece regras específicas sobre as férias, incluindo o período de concessão. Além disso, é mencionado o pagamento do adicional de um terço do salário e, posteriormente, os prazos para comunicação e planejamento. Portanto, é essencial que as empresas estejam cientes dessas regulamentações para evitar problemas legais e, consequentemente, garantir o cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

As férias na reforma trabalhista

Com as mudanças trazidas pela reforma trabalhista, algumas regras relacionadas às férias foram alteradas, como a possibilidade de dividir as férias em até três períodos, desde que um deles não seja inferior a 14 dias corridos e os demais não sejam inferiores a cinco dias corridos cada.

É importante entender a diferença entre recesso e férias. Enquanto as férias são um direito do trabalhador previsto em lei e remuneradas com um acréscimo de um terço do salário, o recesso é uma pausa concedida pela empresa, geralmente durante períodos de baixa atividade, e pode ou não ser remunerado.

Monitore o saldo de férias

Mantenha um registro atualizado do saldo de férias de cada colaborador, garantindo que eles tenham o direito de usufruir desse benefício quando desejarem.

Crie um calendário de férias

Estabeleça um calendário de férias que leve em consideração as necessidades da empresa e dos colaboradores, evitando períodos de sobrecarga de trabalho ou baixa produtividade.

Defina critérios para resolução de conflitos

Em caso de solicitações de férias que coincidam, primeiramente estabeleça critérios transparentes e justos para resolver os conflitos. Isso inclui, por exemplo, levar em consideração o tempo de serviço, a ordem de solicitação e, por fim, as necessidades operacionais.

Crie um plano de contingência

Crie um plano de contingência para lidar com situações como ausências inesperadas ou conflitos de agenda, estando um passo à frente dos imprevistos, e garanta a continuidade das atividades da empresa.

Cumpra a legislação

Garanta que todas as decisões relacionadas às férias estejam em conformidade com a legislação trabalhista vigente, evitando assim problemas legais no futuro.

A concessão das férias deve ser planejada de acordo com as necessidades da empresa e dos colaboradores. É importante considerar períodos de menor atividade ou sazonalidade, bem como garantir que a equipe seja adequadamente coberta durante a ausência dos colaboradores de férias.

Um bom planejamento de férias não só contribui para o bem-estar e a satisfação dos colaboradores, mas também para a eficiência e produtividade da empresa como um todo. Ao garantir que as férias sejam organizadas de forma equilibrada e transparente, as empresas podem evitar sobrecargas de trabalho, conflitos de agenda e impactos negativos na operação.

autoatendimento-rh

Para facilitar o processo de gestão de férias e outras atividades relacionadas à gestão de pessoas, conheça o HCM Sancon. Nossa solução, com recursos avançados, permite o planejamento e controle de férias de forma eficiente e automatizada, otimizando a gestão de colaboradores da sua empresa. Entre em contato com a gente para mais informações!

Acesso e segurança
Descubra a importância da gestão de não conformidades e como transformar desafios em oportunidades de melhoria contínua.
Gestão de Pessoas
Entenda como funcionam as férias trabalhistas e aprenda a organizar o calendário de férias da sua empresa de acordo com a CLT.
Logística
Descubra como evitar erros comuns na gestão de frotas com nosso guia completo. Aprenda sobre manutenção, controle de combustível, e como um TMS pode otimizar sua operação.
Gestão de Pessoas
Explora a questão da desigualdade salarial no Brasil, a importância da Lei de Igualdade Salarial e seus impactos.

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!